Jovem Aprendiz: Quais são os Direitos?

O cargo de jovem aprendiz tem sido muito procurado pelos adolescentes. Não é um emprego qualquer, mas, sim, uma grande oportunidade para os jovens. O objetivo é qualificá-los para o mercado de trabalho.

Diferentemente de um emprego convencional, o programa de aprendizagem tem um trato diferente com os empregados. Como dito, o objetivo é ensiná-los de maneira que terminem o contrato sendo bons profissionais (mesmo jovens).

Aqui você vai conhecer um pouco mais desse conceito, quais são os seus direitos como aprendiz e como se inscrever para as vagas. Além disso, te daremos uma dica preciosa para garantir a sua posição.

 Jovem aprendiz: quais são os direitos?

Jovem aprendiz: como conseguir uma vaga

O programa de jovem aprendiz costuma ser o primeiro emprego de muitos adolescentes. Primeiro vamos para os pré-requisitos: é necessário ter entre 18 e 24 e estar matriculado em uma instituição de ensino.

Encaixou-se? Então você pode concorrer a uma vaga de aprendiz. Há duas maneiras possíveis de conseguir o cargo: através de provas ou através de análise de currículo.

Ultimamente o processo seletivo (análise de currículo seguido de dinâmica e entrevista) tem sido mais adotado pelas grandes empresas, no entanto, instituições importantes ainda optam pela prova.

O que estudar para se tornar um jovem aprendiz? Quando a vaga for lançada será divulgado o edital e nele constarão todas as respostas para as suas perguntas, inclusive a ementa (conteúdo) do exame.

Para conseguir a sua vaga será preciso fazer a inscrição e preparar-se para as questões. Ou seja, a única maneira de passar é estudando. Caso você opte pelo processo seletivo há algumas coisas a serem consideradas também.

Como a classificação é feita pela análise de currículo (primeira etapa), é interessante que você reforce sua qualificação. Busque fazer cursos, envolver-se com projetos e atividades extracurriculares.

Quais são os direitos do aprendiz

O jovem aprendiz deve estar ciente dos seus direitos, assim como qualquer cidadão. Levantamos as cláusulas mais importantes que constam na Lei de Aprendizagem, confira:

  • A lei de aprendizagem garante ao aprendiz o direito ao salário mínimo-hora, podendo a empresa aumentar os benefícios de acordo com suas possibilidades.
  • Ao final do contrato o aprendiz receberá uma espécie de “comprovante” de suas atividades.
  • O aprendiz tem direito ao vale-transporte.
  • Os aprendizes têm a garantia dos direitos trabalhistas e previdenciários.
  • O aprendiz tem o direito de tirar férias de acordo com o disposto no art. 130 da CLT após o período de 12 meses de vigência do contrato.
  • É imprescindível a garantia de acesso e frequência obrigatória às aulas.
  • As funções desempenhadas devem ser compatíveis com o desenvolvimento do adolescente.
  • Direito ao horário especial para o exercício de atividades escolares.
  • Ao aprendiz portador de deficiência é assegurado trabalho protegido.
  • Jornada de trabalho de apenas 6h durante o período escolar, podendo aumentar para 8h estando as atividades escolares encerradas.

Cursos online: a ajuda que você precisa

Sabendo quais são os direitos do jovem aprendiz e quais são as possibilidades de conseguir a sua vaga, vamos lhe dar uma dica para que, de fato, você atinja o seu objetivo.

A internet se tornou uma grande aliada quando o assunto é estudo, não há dúvidas. Os cursos online para as provas de aprendiz estão sendo cada vez mais procurados e cada vez mais materiais de qualidade são oferecidos.

Se você deseja conseguir a sua vaga de aprendiz através da prova nós aconselhamos que busque cursos voltados para o exame. O conteúdo programático é focado exclusivamente na prova.

Escolhendo um bom material de apoio e dedicando-se aos estudos você aumenta exponencialmente as suas chances de se tornar um jovem aprendiz. Comece já a traçar a sua vida profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *